Quais são as melhores dietas para perder e ganhar peso?

Muitas vezes algumas pessoas verificar fraudes em redes sociais e páginas web para encontrar as melhores dietas e assim moldar o corpo desejado, ou atingir a musculatura querida.

No entanto, existem muitos tipos de dietas que podem não ser ideais para cada pessoa e, por isso, Kienyke,com dialogou com Angela Franco Castro, nutricionista nutricionista, líder da Unidade de Promoção e Prevenção da Escola de Nutrição e Dietética da Universidade de Antioquia-U. de.A., quem explicou os tipos de dietas que existem e que podem ser usadas.

Em primeira instância, assegurou que “há que ter em conta que uma dieta ou plano de alimentação, é aquilo que você deve consumir uma pessoa por um dia para atingir as calorias e nutrientes necessários”.

Assegurou-se de que existem algumas dietas que se modificam quando há uma condição especial. Por exemplo, se alguém precisa perder peso, se faz o que se conhece como “dieta de redução de peso” que geralmente vêm com alimentos baixos em calorias, onde se consome menos calorias do que as que são necessárias diariamente para obrigar o corpo a utilizar as reservas de energia que estão acumuladas na forma de gordura.

Há um outro tipo de dietas modificadas, dependendo da saúde do paciente, como por exemplo, quando são pessoas com diabetes ou hipoglicemia . Nestes casos devem fazer restrições de açúcares, conforme informou Franco.

Saúde e bem-Estar

Por sua parte, quando são dietas para lidar com doenças do tipo cardiovascular restringir o sódio e as gorduras, principalmente as saturadas.

Também existe outro tipo de dietas que não são precisamente para perder peso, como o são as hipercalóricas. Estas, de acordo com a nutricionista, são principalmente para pessoas que têm baixo peso e que necessitam desta dieta. No entanto, não é o único tipo de pessoas a que serve, pois ele também é usada por atletas que têm um alto gasto calórico.

Franco Castro especificou, que independente do tipo de dieta que seja, para ganhar ou perder peso, é necessário que se faça de maneira responsável, evitando-se, em ambos casos, o consumo de alimentos prejudiciais para o corpo: “deve-se Sempre lidar com os princípios de uma alimentação saudável. Por exemplo, se é uma dieta hipercalórica se deve aumentar o consumo de alimentos, mas sem menosprezar o saudável”, afirmou.

Indicou que em dietas para ganhar peso sim, você deve aumentar a ingestão de gordura, mas deve-se ver que, seja vegetal, comendo, por exemplo, abacate, nozes, amendoim, amêndoas e pistache, que têm uma boa gordura, mas também são ricos em calorias.

É importante destacar que, embora tenham alimentos que não contenham gorduras ou açúcares prejudiciais para o corpo, seu valor calórico é alto, e por isso, fazer uma dieta com alimentação excessiva desses produtos também pode causar obesidade, conforme disse a nutricionista.

Por fim, assegurou que todas as dietas não são iguais para todos os seres humanos, e que por isso é fundamental que a pessoa que vá a iniciar o faça sob prescrição de um nutricionista e que não o faça de forma aleatória, porque pode acabar com complicações.

Muitas vezes algumas pessoas verificar fraudes em redes sociais e páginas web para encontrar as melhores dietas e assim moldar o corpo desejado, ou atingir a musculatura querida.

No entanto, existem muitos tipos de dietas que podem não ser ideais para cada pessoa e, por isso, Kienyke,com dialogou com Angela Franco Castro, nutricionista nutricionista, líder da Unidade de Promoção e Prevenção da Escola de Nutrição e Dietética da Universidade de Antioquia-U. de.A., quem explicou os tipos de dietas que existem e que podem ser usadas.

Em primeira instância, assegurou que “há que ter em conta que uma dieta ou plano de alimentação, é aquilo que você deve consumir uma pessoa por um dia para atingir as calorias e nutrientes necessários”.

Assegurou-se de que existem algumas dietas que se modificam quando há uma condição especial. Por exemplo, se alguém precisa perder peso, se faz o que se conhece como “dieta de redução de peso” que geralmente vêm com alimentos baixos em calorias, onde se consome menos calorias do que as que são necessárias diariamente para obrigar o corpo a utilizar as reservas de energia que estão acumuladas na forma de gordura.

Há um outro tipo de dietas modificadas, dependendo da saúde do paciente, como por exemplo, quando são pessoas com diabetes ou hipoglicemia . Nestes casos devem fazer restrições de açúcares, conforme informou Franco.

Tipos de dietas:

Por sua parte, quando são dietas para lidar com doenças do tipo cardiovascular restringir o sódio e as gorduras, principalmente as saturadas.

Também existe outro tipo de dietas que não são precisamente para perder peso, como o são as hipercalóricas.

Estas, de acordo com a nutricionista, são principalmente para pessoas que têm baixo peso e que necessitam desta dieta.

No entanto, não é o único tipo de pessoas a que serve, pois ele também é usada por atletas que têm um alto gasto calórico.

Franco Castro especificou, que independente do tipo de dieta que seja, para ganhar ou perder peso, é necessário que se faça de maneira responsável, evitando-se, em ambos casos, o consumo de alimentos prejudiciais para o corpo: “deve-se Sempre lidar com os princípios de uma alimentação saudável.

Por exemplo, se é uma dieta hipercalórica se deve aumentar o consumo de alimentos, mas sem menosprezar o saudável”, afirmou.

Indicou que em dietas para ganhar peso sim, você deve aumentar a ingestão de gordura, mas deve-se ver que, seja vegetal, comendo, por exemplo, abacate, nozes, amendoim, amêndoas e pistache, que têm uma boa gordura, mas também são ricos em calorias.

É importante destacar que, embora tenham alimentos que não contenham gorduras ou açúcares prejudiciais para o corpo, seu valor calórico é alto, e por isso, fazer uma dieta com alimentação excessiva desses produtos também pode causar obesidade, conforme disse a nutricionista.

Por fim, assegurou que todas as dietas não são iguais para todos os seres humanos, e que por isso é fundamental que a pessoa que vá a iniciar o faça sob prescrição de um nutricionista e que não o faça de forma aleatória, porque pode acabar com complicações.

Quais são as melhores dietas para perder e ganhar peso?
Vote nesse post!

Leave a Reply